Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Área de imprensa > Instituto de Pesos e Medidas projeta implantação de Laboratório de Umidade de Grãos em Rondônia
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Instituto de Pesos e Medidas projeta implantação de Laboratório de Umidade de Grãos em Rondônia

  • Criado: Segunda, 14 de Agosto de 2017, 10h28
  • Acessos: 231

O presidente do Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia (Ipem-RO), Edvaldo Soares, participou na última semana, nos dias 7, 8 e 9, do seminário sobre Desafios e Impactos no Controle Metrológico de Medidores de Umidade de Grãos, que aconteceu na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná.

Organizado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), o encontro reuniu representantes de Minas Gerais, Rondônia, Pará, Mato Grosso do Sul, Maranhão, São Paulo, Espírito Santo, Roraima, Rio Grande do Norte, Ceará e Rio de Janeiro, e ainda de outros países, Argentina, Colômbia, Uruguai, Chile e México.

No terceiro dia, os participantes visitaram o Laboratório de Umidade de Grãos, na cidade de Cascavel, e ainda o sistema de reaproveitamento de água, após a verificação de caminhões-tanque. “Nesse evento foram traçadas as perspectivas para a instalação de Laboratórios de Umidade de Grãos em todos os institutos de estados onde há produção de grãos, ou como no caso de Rondônia, que a carga também passa dentro do estado sendo transportada para outros estados. Nós traremos essa tecnologia para cá, isso é um pedido do governador Confúcio Moura, o Inmetro já deu ‘sinal verde’ e nós já estamos trabalhando nesse projeto”, explicou Edvaldo Soares.  

Já existe uma Portaria do Inmetro, de número 402, de 15 de agosto de 2013, estabelecendo requisitos para os medidores de umidade de grãos comercializados, e deverão ser exigidos a partir de outubro deste ano. O processo passará pelo controle legal pelo Inmetro, com aprovação de modelo, verificação inicial e verificações subsequentes.

O impacto dessa nova medida, que determina que os instrumentos de avaliação sobre o quanto de água os grãos carregam, deve passar pelo crivo do Inmetro e vai servir para por fim a um velho ponto gerador de divergências entre produtores e compradores de grãos. A partir desta Portaria em vigor, os medidores de umidade de grãos têm obrigatoriedade de verificação pelos órgãos delegados do Inmetro.

A medida vai garantir padrões de mensuração mais precisos para o indicador, importante na formação de preços dos produtos como a soja, milho, trigo, arroz, feijão e café.

Texto: Vanessa Farias. Fotos: Ipem-RO

 

 

registrado em:

Agenda da Autoridade

24 de outubro de 2017

  • Sem compromissos oficiais.
Fim do conteúdo da página